Como sua depressão pode ser uma bênção

Divido a depressão em dois tipos: a depressão por ignorância e a depressão por excesso. A depressão por ignorância acontece quando a pessoa não é capaz de conectar a própria vida e enxerga o mundo como um carrasco e ela como uma vítima dos acontecimentos. Ela não enxerga, porque não pode pagar o preço de ver (ainda).

Já na depressão por excesso, há, pelo contrário, informação demais. A percepção está ali, as chaves estão ali, mas estão bagunçadas, porque há elementos demais na equação.

Nestes casos, precisamos parar de maximizar o que já é demasiadamente potente e trabalhar em uma dinâmica em que a vida e a mente podem coexistir. A sensação é bem essa, afinal: não é possível viver dentro de mim. Não é possível viver dentro desta vida e desta cabeça ao mesmo tempo.

Eu conheço bem esta tragédia. O que eu não aceitava – ou sequer sabia – é que era possível criar uma vida em que meu eu se manifestava com um mínimo de ordem, de cosmos, em vez de caos. E eu ignorava isso porque eu simplesmente não queria pagar o preço de uma vida mais lenta e profunda.

O que era preciso aprender, enfim, é que não é possível unir profundidade e aceleração na mesma frase sem desregular todo o sistema. E eu tive que optar por um dos caminhos. Profundidade, é claro.

Para isso, tempo, distanciamento, espaço, contemplação. Rodeie-se do que há de mais perene no universo e afaste-se dos feeds infinitos que definem nosso cotidiano. Durma e acorde para criar uma estrutura…. Estruturada, porque temo dizer que é um mundo que implora pela nossa insanidade lá fora.

Tenha a coragem de dizer não às metas que geram a mais doente das sociedades e sim a si mesmo, porque, talvez, você fosse o único lúcido nesta história toda.

[Sim, junto com isso, temos a Dieta Cetogênica, que cessará a montanha-russa cerebral. Mas, de nada adianta cetose se você usar a energia da dieta cetogênica para se atirar nos padrões que te trouxeram até aqui, compreende?]

Por hoje, é isso. Bem-vindo à sala da minha casa, neste momento do café após o almoço.

Deixe um comentário

Faça login para comentar
avatar
1000