Artigos

Entrou na Cetogênica e o colesterol explodiu? Série Colesterol na Keto [parte 1]

colesterol low carb cetogênica perigos

Nem todas as pessoas têm seus exames de sangue automaticamente melhorados na Dieta Cetogênica. Pelo contrário. Em alguns casos, as coisas podem piorar – E MUITO. Se você fez seus exames depois de entrar na Keto e viu seu colesterol explodir e seus triglicerídeos aumentarem, vamos juntos investigar o que pode estar acontecendo.

A primeira coisa que você vai fazer não é ler este conteúdo. Tampouco, se inscrever no meu canal. O assunto é sério e, por isso, vou assumir o mais grave dos tons aqui. Seu primeiro passo, antes de entrar na Dieta Cetogênica, é fazer exames completos de sangue. Independentemente do porquê de você ter entrado na Keto.

Você vai entender o motivo disso ao longo desta série.  

Se você já fez seus exames e ficou assustado com os resultados negativos, saiba que você não está sozinho. Pelo contrário. Nosso grupo é formado por um número significativo de pessoas… Pessoas sem respostas, porque ninguém toca nos possíveis problemas da Cetogênica.

Foi exatamente por isso que eu fiz esta série especial para você (para nós!). Porque o que eu passei após receber meus exames, procurando respostas em todos os cantos do mundo, foi simplesmente terrível.

Então, é hora de termos um conteúdo compilando possíveis causas, caminhos futuros e relatos pessoais. Para que você se oriente caso isso ocorra com você. Vamos a ele!

Série Colesterol na Dieta Cetogênica

A série é composta de quatro vídeos.

Causas

No primeiro, falaremos sobre as possíveis causas e como saber se você tem de fato um problema. Aprenderemos a importância dos exames na Keto e quais exames você deve fazer se as coisas não ficarem tão boas assim.

Soluções

No segundo, veremos o que pode ser feito se seus marcadores piorarem. Também aprenderemos sobre o chamado Protocolo Feldman e veremos a explicação do médico australiano Paul Mason para tudo isso. Ainda, a opinião do Dr. Souto e do Dr. José Neto para a questão.

Conclusões

No último vídeo, explicarei minha decisão e como está minha dieta atualmente. Ainda, te contarei o que aconteceu com meu organismo exatos sete dias depois de parar com a Dieta Cetogênica: você vai, definitivamente, entender porque a Keto pode ser tudo, menos “insustentável”.

BulletProof Coffee

Seria o MCT (ou óleo de coco) um dos causadores do colesterol elevado? Veremos possíveis problemas e também os benefícios do MCT. Comentarei minha experiência pessoal com o Brain Octane na Dieta Cetogênica.

Bem, se inscreve no meu canal e não esquece de ativar as notificações para receber os novos vídeos. Não posto com frequência e não postarei – ou seja, o YouTube não vai ficar te lembrando de mim se tu não garantir que ativou o sininho das notificações.

Meus exames: resultados na Keto

Quando abri os exames que o Dr. Souto me pediu, fiquei paralisada. Vamos aos números comparativos dos exames prévios à Keto e posteriores à Keto.

  • Colesterol total: de 250 para 511.
  • HDL: de 41 para 56.
  • Triglicerídeos: de 108 para 156.
  • APOB: 250.

APOB é um exame que ajuda a mensurar as partículas aterogênicas no sangue, aquelas que podem gerar placas e obstruir artérias. Apolipoproteína B. Um exame importante de fazer, mas que cardiologistas geralmente não pedem.

Colesterol alto na Cetogênica é raro! (Nem tanto)

Quando isso aconteceu comigo, fui investigar. Me deparei com um alto número de relatos confirmando o problema em fóruns norte-americanos. Contudo, havia pouquíssimas (raríssimas!) menções ao fenômeno por parte da comunidade médica. Quando algum médico ousava tocar neste tema tão crucial, eu só lia que era “algo raro”.

Raro? Isso não condizia com o que eu via nos fóruns. Fui atrás.

Encontrei as mais recentes pesquisas do Dr. Stephen Phinney, que nos passa números médios dessa tragédia toda. Vamos a eles. A pesquisa testou 200 pacientes por um ano na Dieta Cetogênica.

  • LDL (aumento acima de 30%): em 26% das pessoas
  • Triglicerídeos: aumento em 20% das pessoas
  • APOB: aumento em 50% das pessoas
  • Tamanho do LDL: piora em 35% das pessoas

Raro? Nem pensar.

Causas de loucura lipídica na Cetogênica

Vamos ver as possíveis causas para isso. Compilei tudo que encontrei com médicos, palestras, aulas e relatos.

1 – Hipercolesterolemia familiar (HF): uma doença genética que se caracteriza por níveis bastante aumentados do colesterol.

2 – Hiper-responsivos: pessoas com nível muito baixo de gordura corporal, geralmente muito ativas, que veem seu colesterol subir de 50% a 100%. Comumente, têm triglicerídeos muito baixos. No vídeo, eu falo que pode acontecer com de “50% a 30% das pessoas”. Claro, eu me enganei. O dado correto é de “5% a 30%”.

3 – Polimorfismo da Apolipoproteína E: Apolipoproteína E (ApoE) é uma das proteínas que o corpo usa para transportar gorduras (lipídios) na corrente sanguínea de um tecido ou célula para o outro.

Há três variáveis comuns ao gene APOE: E2, E3 e E4. Já que as células humanas têm duas cópias de cada gene, ficamos com seis tipos de genótipos APOE (lembram das aulas de genética no colégio? Eu amava). Vamos aos cálculos: E2/E2, E2/E3, E2/E4, E3/E3, E3/E4, E4/E4.

O genótipo mais comum é o E3/E3, que é encontrado em 60% da população e que está associado a níveis normais de colesterol. Em geral, pessoas com o E2 têm baixo LDL e baixo risco de doenças cardíacas. Ao contrário, portadores do E4 têm mais disposição ao colesterol alto e a doenças cardíacas, arteriosclerose e Alzheimer.

4 – Hipotiroidismo: associado à redução nos receptores de colesterol.

5 – Hipersintetizadores: pessoas com resistência à insulina e que possuem produção anormal de colesterol.

6 – Pouco tempo na Dieta Cetogênica: com base em relatos. Pessoas comentam que passaram por isso e, em um ano ou dois, tudo se normalizou.

7 – Corpos cetônicos: Dr. Souto menciona que as cetonas podem entrar na rota do colesterol.

8 – Emagrecimento rápido demais: William Davis, cardiologista mundialmente famoso por seu best-seller Barriga de Trigo, menciona que o emagrecimento rápido pode elevar o colesterol, já que 10kg a menos seriam equivalentes a 35 mil calorias de gordura sendo mobilizadas no seu corpo.

Davis  alerta para outras possíveis consequências do emagrecimento rápido:

  • aumento da glicose
  • aumento dos triglicerídeos
  • redução do HDL
  • loucura nos níveis do LDL aumento da pressão sanguínea

A Fundação do Tim Noakes (Noakes Foundation) sugere que exames não sejam feitos no período de emagrecimento. Discordo, mas enfim. Deixo o link ao final do texto.

Devo me preocupar com meus resultados?

Não sabemos. Os estudos feitos com LDL não foram feitos com pacientes na Keto. Não sabemos se LDL com níveis tão baixos de glicose são um problema.

É uma decisão completamente pessoal. Converse com seu médico se isso ocorrer.

Paul Mason, em sua palestra Blood tests on a ketogenic diet – what your cholesterol results mean, nos diz que o LDL alto seria um problema se estivesse associado ao açúcar no sangue.

Por que isso seria um problema? Porque seria o açúcar o responsável por danificar o LDL e reduzir as partículas, tornando-as mais suscetíveis a serem causadoras de placas nas artérias.

[lembre-se que não apenas comer açúcar eleva o açúcar no sangue. Fatores como estresse, sono e até TPM também são parte do problema.

Muitos sites de diabéticos, inclusive, falam sobre esta subida dramática do açúcar no sangue alguns dias antes de ficarmos menstruadas. Observe o impacto disso na sua cetose através dos aparelhos medidores]

Se LDL não é um bom marcador, o que devo observar nos exames?

Fórmula Triglicerídeos / HDL

Segundo Mason, três fatores devem ser observados triglicerídeos, HDL e relação entre Triglicerídeos e HDL. Como calcular o risco segundo esta lógica? Você pega seus triglicerídeos e os divide pelo HDL.

Triglicerídeos / HDL

Resultados. O número dessa divisão deve ser interpretado da seguinte forma:

  • Valor abaixo de 1,8: tudo ótimo.
  • Valor acima de 4: temos problemas. Procure seu médico e avalie o que fazer.

Exemplo: meus triglicerídeos eram 156. Meu HDL, 56. Resultado: 2,73. Estou na zona cinza.

Se você estiver na zona cinza comigo, procure seu médico, observe seu histórico e avalie com carinho sobre seu futuro.

Quero me inscrever no Revolução Keto

Deixe seu email, que enviarei os melhores conteúdos para você!

Entrou na Cetogênica e o colesterol explodiu? Série Colesterol na Keto [parte 1] 1

Fontes e referências!

Links mencionados ao longo do vídeo e do texto. E outros links importantes para sua compreensão e pesquisa. Se você fala inglês, use-os!

  1. Paul Mason: ‘Blood tests on a ketogenic diet – what your cholesterol results mean’
  2. Dave Feldman: hiper-responsivos 1 e hiper-responsivos 2
  3. Paleo Leap: Colesterol na Dieta Paleolítica: é uma traição da Paleo? 
  4. William Davis (Barriga de Trigo): Perdi peso e meu colesterol aumentou!
  5. Fundação Noakes (Real Meal Revolution): O que fazer se seu colesterol aumentar na Low Carb 
  6. Estudos e dados da Virta Health (Dr. Stephen Phinney)
  7. Dr. Souto fala sobre corpos cetônicos entrando na rota do colesterol

Links indicados pelo Dr. Souto:

[Se você for um estudante de medicina ou um profundo pesquisador da área, sugiro a série especial de lipidologia do Attia ]

Mergulhando no colesterol: teste de esteróis com Dr. Thomas Dayspring

 

3 Comentários

  1. Ju que doideira! Quando a gente acha q está arrumando a casa de vez, vem mais uma bomba? Aff que difícil isso! Preciso ir fazer meus exames…. Mas vai dar tudo certo! Vida que… Sempre segue! 😉

  2. Obrigada pelo vídeo! Fica exames e eu, que sempre tive meus níveis de colesterol normais, sai da zona do normal para Alta. LDL tb foi para a zona de Limítrofe, porém tenho hipotiroidismo e estava tomando bulletproof coffee. Ganhou mais uma seguidora no seu canal. Muito obrigada mesmo!

    1. Acredito que foi o vídeo mais arriscado e importante a ser feito. Fico muito grata pelo apoio (e triste que tantos passem por isso sem encontrarem um respaldo na internet – não quero lembrar do pânico ao ver os exames e ninguém, ninguém saber dizer o que estava acontecendo. Se eu contar que até o próprio Tim Noakes analisou meu caso… Um dia, quem sabe, falarei sobre isso. Tentando esquecer os dias de horror gerados por este silêncio e dúvida).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *