Ketchup Cetogênico: a receita para o melhor hambúrguer da vida

Ketchup Cetogênico: a receita para o melhor hambúrguer da vida

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
ketchup cetogenico receita

Assine a newsletter e receba novidades por e-mail.

Se estivéssemos nos EUA, teríamos diversas opções de produtos cetogênicos prontos no supermercado. Por um lado, é de fato triste que não haja (ainda) virtualmente nada cetogênico nas prateleiras das lojas brasileiras – isso exige mais tempo de cozinha. Por outro, maravilha, porque quanto mais perto tempo descascando e cozinhando, mais saúde teremos.

Há sim quem defenda que Dieta Cetogênica é composta de ovos, carne e potes de pílulas. Porém, morrerei defendendo uma Cetogênica Paleo, porque desconheço alguém que tenha mais saúde se afastando da terra e se aproximando da loja de suplementos ou da farmácia.

Esta receita vai bem ao encontro do que estou falando. Ela se tornou mundialmente famosa como acompanhamento de fast food, mas não deveria. É o ketchup. É possível sim fazer desta receita um alimento de verdade e muito saudável.

Pessoalmente, uso o ketchup cetogênico como molho das minhas maravilhosas almôndegas keto ou em hambúrgueres.

Ketchup na Dieta Cetogênica: permitido?

Em geral, tomates devem ser comidos com cautela na Keto. Eles contêm uma quantidade significativa de açúcar e carboidratos que podem sim te tirar de cetose se consumidos em excesso.

Porém, vou confiar no teu bom senso, porque o tomate tem benefícios que não devem ser ignorados – estou falando do licopeno, claro.

Pesquise rapidamente sobre o poder do licopeno na sua saúde. Este ótimo antioxidante presente no tomate, especialmente no cozido ou no extrato, ajuda na prevenção do câncer, atua como potencializador cerebral ou até como inibidor de dores crônicas.

  • Como antioxidante, o licopeno protege o corpo de elementos tóxicos e reduz os danos dos químicos que nos rodeiam.
  • Como potencializador cerebral, os estudos mostram que o licopeno pode atrasar a progressão do Alzheimer, atuando diretamente nas mitocôndrias. O licopeno também ajuda na redução de convulsões e no reparo de danos cerebrais que possam surgir a partir delas.
  • Por último, pesquisas têm mostrado que o consumo de tomates pode ajudar no combate à dor gerada por danos no sistema nervoso, algo a ser levado em conta quando se tem diabetes, doenças na coluna e outras desordens neurológicas.

Convencido de colocar o extrato de tomate ou o tomate cozido (que possuem mais licopeno do que o tomate cru) na sua dieta cetogênica?

Então, vamos à mais simples e rápida das receitas!

O segredo da receita de ketchup cetogênico é o tempero, como sempre. A base é a mesma: extrato de tomate e vinagre de maçã. O resto é imaginação. Colocarei aqui como eu faço, mas sinta-se livre para acrescentar os temperos que auxiliam no seu corpo.

Ingredientes receita de Ketchup Cetogênico (1 porção)

  • ¾ de xíc. de extrato de tomate
  • 2 colheres de sopa de vinagre orgânico de maçã (eu uso orgânico, porque é barato e tem um sabor incomparável)
  • 1 colher de chá de estévia líquida ou eritritol em pó (o granulado deixará uma textura diferente, mas pode ser também)
  • ¾ colher de chá de sal rosa
  • 2 dentes de alho amassado
  • ¼ de cebola triturada (ou amassada, como quiser)
  • ½ colher de chá de orégano
  • ¼ colher de chá de cúrcuma
  • 1 pitada de pimenta preta

Modo de preparo

Duas maneiras de preparar. Uma é só misturar os ingredientes e pronto.

A outra é levar ao fogo para reduzir e aumentar a cremosidade. Neste caso, faça mais do que uma receita (mais do que uma porção), claro. O tempo médio de fogo vai depender do quanto você quer reduzir. Em termos gerais, de 15min a 20min, sempre mexendo. O fogo também dará uma leve alterada no sabor. Prove ambas e me diga como prefere.

Macros desta receita (1 porção):

  • Carboidratos: 3g
  • Calorias: 24
  • Gordura: 0
  • Proteínas: 0

É legal falar sobre o armazenamento do ketchup feito em casa. O vinagre ajuda muito na conservação. Então, até sete dias na geladeira é suficientemente seguro.

Caso ele fique muito tempo parado e se separe, misture bem antes de servir.

Aqui cabe outra dica, que é passar no mixer ou liquidificador para aumentar a cremosidade… Ficar mais parecido com ketchup mesmo e não tanto com um molho agridoce de tomate, entende?

Bem, quando se trata de receitas, o céu é o limite. Inventa aí e me conta o que deu certo para ti.

3
Deixe um comentário

Faça login para comentar
avatar
1000
2 Sequência de comentários
1 Respostas nesta sequência
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário mais bem avaliado
3 Quantos comentaram
Juliana SzablukWanessaIvana Autores recentes
novos antigos mais votados
Ivana
Visitante

Que extrato vc usa? O que vc mesma prepara?

Wanessa
Visitante
Wanessa

Como seria uma cetogênica paleo?