Adoçante cetogênico versão confeiteiro: você nunca mais vai usar eritritol da mesma forma

Adoçante cetogênico versão confeiteiro: você nunca mais vai usar eritritol da mesma forma

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
melhor adoçante cetogênico sobremesa keto bolo sorvete

Seja membro do Revolução Keto

Entre para o grupo restrito no Telegram, receba conteúdos exclusivos e participe de lives e debates.

De todos os suplementos keto e produtos prontos norte-americanos que não chegam ao Brasil, o que mais cobiço são os adoçantes cetogênicos. Monk fruit, swerve, alulose: há diversas variedades que, se chegam ao Brasil, são impagáveis.

Não uso muito adoçantes, apenas no café e para testes de receitas cetogênicas aqui no site, mas a quantidade de receitas keto que deixo de subir para vocês por falta de determinados adoçantes é lastimável.

O adoçante que mais faz falta é o swerve confectioners, a versão confeiteiro do swerve. O swerve é uma mistura de eritritol e oligossacarídeos que promete ser o substituto perfeito do açúcar – tanto por não deixar sabor residual quanto por manter a textura do açúcar nas receitas.

Não temos o swerve confeiteiro, mas estamos chegando a algo muito próximo.

A nossa sorte é ter a superchef Cetogênica Vanda Coletti no meu whatsapp. Temos uma pesquisadora de Cetogênica (que é um horror na cozinha) e uma chef unidas nas trocas de informações. Isso só pode dar coisa boa.

O papo de hoje com a Vandíssima rendeu uma pérola cujo valor nem ela sabia: a versão confeiteiro do eritritol. O swerve brasileiro. “Vanda, vou subir isso no site IMEDIATAMENTE!”, falei para ela.

O truque é simples e salvará suas receitas daqui para frente. 

Aliás, este conteúdo é cheio de dicas sobre o uso do eritritol. Leia tudo até o final.

Receita de adoçante cetogênico de confeiteiro

melhor adoçante cetogênico sobremesa keto bolo sorvete

Ingredientes do adoçante keto

Eritritol granulado

Modo de preparo do adoçante de confeiteiro cetogênico

Bata o eritritol no liquidificador, mixer ou processador até virar um pó fino. Guarde-o em potes, como faria com o eritritol granulado.

É possível que pequenas bolinhas se formem com o tempo guardado, como ocorre com o próprio açúcar. Na hora de usar o adoçante keto na receita, as bolinhas se desfarão, não se preocupe.

Observe o tamanho do seu liquidificador ou processador. Se forem muito grandes, você precisará de uma quantidade maior de eritritol para bater e dar certo, claro.

(Meu liquidificador é de três litros, uma péssima ideia que tive no passado, porque só bate receitas imensas. Por sorte, tenho vários processadores e mixer aqui)

Por que escolher a versão pó do eritritol (confeiteiro)?

Pela delicadeza e textura dos pratos. Segundo Vanda, tudo fica melhor com esta versão em pó do eritritol. Vagando pelos fóruns e pelos sites dos fabricantes que vendem estes adoçantes prontos, eles sugerem o seguinte:

“Use o adoçante cetogênico granulado em bolos, biscoitos e receitas clássicas. Opte pela versão confeiteiro para coberturas, merengues, glacês, sorvetes, caldas, cremes e fat bombs.”

Na boa, compre o eritritol, bata-o ao chegar em casa e guarde tudo na versão pó.

Dicas de uso do eritritol para receitas cetogênicas

  • Vanda nos alerta ainda que a versão em pó, de confeiteiro, não gera aquela cristalização chata que fica nas receitas prontas feitas com eritritol granulado. A textura suave e delicada se mantém sempre.
  • Outra dica preciosa da Vanda: mantenha em mente que o poder adoçante do eritritol é potencializado quando levado ao fogo. Ou seja, uma coisa é usar eritritol no seu picolé keto e outra é usá-lo em uma receita que vai ao fogão ou forno. A reclamação do sabor doce demais do eritritol é constante e, talvez, você não esteja se ligando nisso. Sempre que for preparar uma receita que precisa ir ao fogo, reduza a quantidade de eritritol sugerida na receita original e teste resultados.
  • Note que o adoçante na versão pó aumentará muito de tamanho após batê-lo. Portanto, fica a sugestão valiosa: sempre use 70% da quantidade de adoçante granulado sugerida na sua receita original. Exemplo: se a sua receita cetogênica indica 100g de eritritol, use 70g da versão pó. Isso também garantirá que o sabor excessivamente doce não ocorra. Matamos dois coelhos com uma tacada só.

[Quando terminei de subir a receita e chamei o marido toda feliz para ver, ele me olhou com uma cara blasé: “é o que minha mãe, confeiteira, fazia. Batia o açúcar e depois peneirava. É o açúcar de confeiteiro.” Ou seja, fica muito claro que eu não tenho dons para cozinha e que minha obesidade mórbida se restringia ao consumo de coisas prontas. Se o seu conhecimento culinário é nulo como o meu, seja bem-vinda. Acho lindo descobrir truques rápidos que facilitam nossas vidas!]

Receba notificações por email
Notificações de
guest
8 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Sandra Motta
Sandra Motta
6 meses atrás

Olá, Ju!
Sacada de gênio, obrigada por compartilhar. Agradeça a ela por mim. Grande beijo.

Tatilc
Tatilc
6 meses atrás

Espetacular Ju!!! Vou experimentar hoje mesmo! Já fiz os fat bombs umas 3x, sempre com o eritritol cristal e ontem comprei o adoçante sucralose líquido só para usar na receita, mas depois desta magnífica descoberta vou continuar no eritritol (morro de medo de viciar em sucralose, rs). Gratidão a vc e a Vanda. (Quanto ao maridão, muito fácil falar que não é novidade depois que se descobre né?! Pq não falou antes?! Hahahaha). 🙂

Sayonara Medeiros
Sayonara Medeiros
6 meses atrás

Olá Jú, que invejaaaa kkk.
Ñ encontro por aqui.
Vou de stévia para fazer alguns docinhos cetogênicos e já está de boa.

Clelia de Moraes Silva
13 dias atrás

Sei que já tem 6 meses sua publicação, e muita fila anda kkk mas eu nem sabia que existia xilitol e eritritol eram granulados ,pq aqui só encontro na versão fino 🤭 ,mas tive diarreia com os dois, fiz teste e testes insistindo ,mas todas vezes me causou esse desconforto intestinal ..uma pena .