Artigos

O que a ciência descobriu sobre as dietas cetogênicas em 2020? Confira os principais estudos publicados

ebook dieta cetogenica estudos pesquisas

Um dos mais populares eventos sobre dietas de baixo carboidrato no mundo, o Metabolic Health Summit preparou um ebook compilando mais de 100 estudos publicados em 2020 sobre as terapias cetogênicas. Doenças psiquiátricas, neurológicas, câncer, disfunções metabólicas, uso de MCTs, jejum e outras terapias coadjuvantes foram analisadas.

Leitura imperdível aos estudiosos.

Resumo algumas descobertas relacionadas à área de atuação do Revolução Keto:

Eficácia das dietas cetogênicas: principais estudos de 2020

  • Depressão: cetogênica reduz ativação da microglia, células imunológicas do cérebro que protegem contra estímulos nocivos ao sistema nervoso. A ativação da microglia é uma das principais causas da neuroinflamação. Tenho conversado sobre as células gliais com nosso querido psiquiatria Maximiliano Pucci, apoiador do Revolução Keto. Células gliais protegem e nutrem neurônios e têm sido foco da psiquiatria para as desordens que buscamos tratar aqui no projeto.
  • Dieta Cetogênica do MCT: shake com MCT melhora múltiplos marcadores cognitivos em pacientes com transtornos cognitivos leves (perda de memória, foco, organização, orientação e aprendizado causada por estresse, restrição de sono, pressões cotidianas etc).
  • AIDS: 12 semanas de cetogênica melhora função executiva e tempo de processamento em pacientes de HIV com transtornos cognitivos leves a moderados. A melhoria se perdeu quando os pacientes voltaram à dieta original.
  • MCT: suplementação diária de MCT (6g por 3 meses) melhorou a cognição de idosos em asilos.
  • Citrato de potássio: o suplemento mais subestimado da cetogênica da internet foi capaz de prevenir a acidose metabólica sem afetar a capacidade da dieta de reduzir crises convulsivas. Clique aqui para saber mais sobre o uso de citrato de potássio na dieta cetogênica pelo Johns Hopkins.
  • Terapias cetogênicas: Cetogênica Clássica, Atkins Modificada e de Baixo Índice Glicêmico (BIG) demonstram eficácia similar, mas a não-inferioridade das últimas abordagens não foi comprovada. Clássica (redução rápida de 50% das crises), Atkins Modificada (redução rápida de 40%), BIG (redução gradual de 50%). Atkins e BIG mostraram menos efeitos colaterais. Mais estudos são necessários.
  • Nervo ciático: cetogênica + estimulação elétrica melhoram recuperação após lesão no nervo ciático.

Assista ao Metabolic Health Summit 2020 e 2019 na videoteca dos apoiadores do Revolução Keto. Palestras com os principais profissionais de saúde do mundo organizados por áreas como câncer, neurologia e metabolismo.

Apoie o Revolução Keto

O maior portal de Dieta Cetogênica no Brasil só existe graças às doações dos leitores. Colabore você também.
Receba notificações por email
Notificações de
guest
3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A. Sérgio C. Rocha
A. Sérgio C. Rocha
2 meses atrás

Muito bom saber isso!

Last edited 2 meses atrás by A. Sérgio C. Rocha
Mislene
Mislene
2 meses atrás

Olá, Juliana!

Gostaria de ter uma vaga para o acompanhamento terapêutico com a dieta cetogênica. Seria possível? Ainda há vagas para 2021? Já sou apoiadora do projeto.

Escrevi uma mensagem inbox na página do facebook Revolução Keto explicando um pouco o caso.

Obrigada,
Mislene