Artigos

O que a ciência descobriu sobre as dietas cetogênicas em 2020? Confira os principais estudos publicados

ebook dieta cetogenica estudos pesquisas

Um dos mais populares eventos sobre dietas de baixo carboidrato no mundo, o Metabolic Health Summit preparou um ebook compilando mais de 100 estudos publicados em 2020 sobre as terapias cetogênicas. Doenças psiquiátricas, neurológicas, câncer, disfunções metabólicas, uso de MCTs, jejum e outras terapias coadjuvantes foram analisadas.

Leitura imperdível aos estudiosos.

Resumo algumas descobertas relacionadas à área de atuação do Revolução Keto:

Eficácia das dietas cetogênicas: principais estudos de 2020

  • Depressão: cetogênica reduz ativação da microglia, células imunológicas do cérebro que protegem contra estímulos nocivos ao sistema nervoso. A ativação da microglia é uma das principais causas da neuroinflamação. Tenho conversado sobre as células gliais com nosso querido psiquiatria Maximiliano Pucci, apoiador do Revolução Keto. Células gliais protegem e nutrem neurônios e têm sido foco da psiquiatria para as desordens que buscamos tratar aqui no projeto.
  • Dieta Cetogênica do MCT: shake com MCT melhora múltiplos marcadores cognitivos em pacientes com transtornos cognitivos leves (perda de memória, foco, organização, orientação e aprendizado causada por estresse, restrição de sono, pressões cotidianas etc).
  • AIDS: 12 semanas de cetogênica melhora função executiva e tempo de processamento em pacientes de HIV com transtornos cognitivos leves a moderados. A melhoria se perdeu quando os pacientes voltaram à dieta original.
  • MCT: suplementação diária de MCT (6g por 3 meses) melhorou a cognição de idosos em asilos.
  • Citrato de potássio: o suplemento mais subestimado da cetogênica da internet foi capaz de prevenir a acidose metabólica sem afetar a capacidade da dieta de reduzir crises convulsivas. Clique aqui para saber mais sobre o uso de citrato de potássio na dieta cetogênica pelo Johns Hopkins.
  • Terapias cetogênicas: Cetogênica Clássica, Atkins Modificada e de Baixo Índice Glicêmico (BIG) demonstram eficácia similar, mas a não-inferioridade das últimas abordagens não foi comprovada. Clássica (redução rápida de 50% das crises), Atkins Modificada (redução rápida de 40%), BIG (redução gradual de 50%). Atkins e BIG mostraram menos efeitos colaterais. Mais estudos são necessários.
  • Nervo ciático: cetogênica + estimulação elétrica melhoram recuperação após lesão no nervo ciático.

Assista ao Metabolic Health Summit 2020 e 2019 na videoteca dos apoiadores do Revolução Keto. Palestras com os principais profissionais de saúde do mundo organizados por áreas como câncer, neurologia e metabolismo.

Apoie o Revolução Keto

O maior portal de Dieta Cetogênica no Brasil só existe graças às doações dos leitores. Colabore você também.
Receba notificações por email
Notificações de
guest
3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A. Sérgio C. Rocha
A. Sérgio C. Rocha
26 dias atrás

Muito bom saber isso!

Last edited 26 dias atrás by A. Sérgio C. Rocha
Mislene
Mislene
22 dias atrás

Olá, Juliana!

Gostaria de ter uma vaga para o acompanhamento terapêutico com a dieta cetogênica. Seria possível? Ainda há vagas para 2021? Já sou apoiadora do projeto.

Escrevi uma mensagem inbox na página do facebook Revolução Keto explicando um pouco o caso.

Obrigada,
Mislene