Artigos

Não tenho vesícula: posso fazer a Cetogênica?

Uma das perguntas mais comuns que recebo e que me espanta, pois tenho vários clientes sem vesícula muito bem adaptados. Existe um erro de percepção de que a Dieta Cetogênica é formada por baldes de gordura e/ou carne gorda. Isso pode ocorrer na Cetogênica para epilepsia ou para doenças autoimunes, mas não é a regra geral.

Grandes porções de gordura poderiam sim ser um problema para quem removeu a vesícula, já que grandes doses de gordura são difíceis para estas pessoas. O mesmo se aplica aos protocolos de jejum, em que a pessoa teria que comer grandes porções de uma única vez, algo ruim para quem removeu a vesícula.

Entenda, a vesícula é um órgão que armazena a bile. A bile, entre outras funções, ajuda na digestão da gordura que comemos. Se você removeu sua vesícula, pode ser difícil digerir grandes cargas de gordura de uma única vez.

Meus clientes nunca passaram por problemas, porque isso já está previsto nas orientações individuais. Duas orientações, nestes casos, são fundamentais: comer mais vezes ao dia, em porções menores (especialmente de gordura – proteínas gordas também) e evitar jejum.

Dividindo as porções diárias em doses boas para o organismo, não haverá problema algum em estar adaptado à Cetogênica.

Receba notificações por email
Notificações de
guest
8 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Juliano Stefano
Juliano Stefano
10 meses atrás

Meus dois centavos. Não tenho vesícula e além de keto e jejum passei meses fazendo omad ( as vezes ainda faço ) e Nunca senti nada.

Maximiliano Gutemberg
Maximiliano Gutemberg
9 meses atrás

Olá, eu e minha esposa (48 anos) começamos há um ano, primeiro low carb com jejum intermitente e agora seguimos mais a cetogenica, com jejum diário de 16 horas e um de 24 horas mensal, ela já perdeu 33 kg (1,59m e 89kg) e está com todos os exames excelentes inclusive pressão. Eu estou mais feliz do que nunca.
Ela não tem vesícula mas vem tomando sais biliares (300mg) após o almoço depois de começar a sentir algum desconforto logo após o almoço e um pouco de diarreia.
Depois de adotar os sais não teve mais problemas só que ela prefere a “carnívora”, pois verduras e legumes “soltam” seu intestino, folhas só no suco verde.

Sandra Motta
Sandra Motta
8 meses atrás

Oi, Ju!
Vc poderia nos falar sobre a suplementação de enzimas biliares bovina para quem sofreu colecistectomia?
Desde já, gratidão.

Nara Carolina Conceição Alves
Nara Carolina Conceição Alves
2 meses atrás

Olá primeiro quero te parabenizar e te agradecer por este site e seus vídeos incríveis, descobrir e estou viciada!
Bom eu quero te perguntar o seguinte, não tenho vesícula, fiz bariátrica há 8 anos! E quando ganho peso recorro a dieta cetogênica e jejum de 16 há 18 hrs!
Estou fazendo algo errado? Tenho que suplementar algo? Obrigada!

Gabriela Pereira
Gabriela Pereira
2 meses atrás

Desde que tirei a vesícula (2017), minha digestão mudou bastante.
O problema não foi com gordura e sim com fermento químico (bolo, pizza, alguns pães).
Aliás, o intestino e o estômago passaram a rejeitar alimentos feitos em alguns restaurantes (até aqueles por quilo), provavelmente por algum tempero ou óleos vegetais (soja etc). Então abracei ainda mais as minhas marmitas com comida de verdade. Meu corpo agradece.