Artigos

Exames iniciais para a Dieta Cetogênica

É fundamental ter um parâmetro inicial de diversos marcadores para ajustar medicações. Aqui, coloco os exames que idealmente sugiro aos clientes.

  • Hormônios femininos: TSH, testosterona livre e total, anti-TPO e tireoglobulina, T4 livre e total, T3 livre e total, T3 reverso, DHEA, progesterona (dias 21 a 23 do ciclo), estradiol. Cortisol e prolactina.
  • Função hepática e renal: fígado é a chave na Cetogênica e rins debilitados precisarão de cuidado extremo. Creatinina, ácido úrico, GGT (ou Gama GT) e IGF-1, TGO, TGP.
  • Saúde metabólica geral: hemoglobina glicada, insulina, glicose, leptina, Proteína C reativa, Peptídeo-C.
  • Saúde cardiovascular: colesterol total, LDL (se possível, LDL-OX, LDL-PX ou LDL-P), HDL, apolipoproteína A-1 e B, lipoproteína a (LPa), homocisteína, triglicerídeos.
  • Outros: selênio, ferritina, transferina e ferro sérico. Vitamina D, B12, B6, B3, B9, C, zinco, folato, lítio, ácido valpróico, eletrólitos.
  • Avalie também pressão arterial, frequência cardíaca, peso e circunferência abdominal.

Eleve a frequência das consultas nos meses iniciais da Dieta: veja seu médico e seu profissional de Cetogênica semanalmente, presencial ou virtualmente. O processo de adaptação implica mudanças fisiológicas severas e o ajuste de medicações possivelmente será necessário nos primeiros meses.

Mantenha em mente: exames como painel lipídico são significativamente alterados na fase inicial da cetose e/ou enquanto houver emagrecimento. Saiba mais no vídeo abaixo:

Receba notificações por email
Notificações de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments